Implantoclínica Odontologia

Orientações para você

Cuidados pré e pós-operatório


Cuidados pré-operatórios


Cuidados pré-operatórios


Pare de fumar 30 dias antes

A boca é a porta de entrada das mais de 4 mil toxinas existente no cigarro, que podem interferir diretamente na reparação dos tecidos e cicatrização. Além do efeito local das toxinas, irritam o pulmão, prejudicam a oxigenação do sangue e aumentam sobremaneira o risco de necrose. Se isso ainda não lhe convenceu, saiba que as intercorrências (por exemplo, infecção bacteriana) após cirurgia de implantes é cerca de 20 vezes mais comum em pacientes fumantes, em relação aos pacientes não fumantes.

Cuidado com o uso de vasodilatadores “naturais”

Evite tomar qualquer medicação sem orientação do seu médico. Você também deve ter precaução em relação a vasodilatadores “naturais” como arnica e ginkobiloba, pois podem aumentar o sangramento. Outros anticoagulantes, quando usados sob supervisão médica, podem ser suspensos previamente ou não. A conduta adequada será estabelecida em conjunto entre o seu médico e o cirurgião dentista.

Cuidado com a alimentação

A maioria das cirurgias bucais são realizadas com anestesia local. Nestes casos, o paciente pode, e deve, se alimentar antes do procedimento.  Não é recomendado o jejum. A alimentação deve ser leve e realizada ao menos uma hora e meia antes do procedimento. No caso de cirurgia sob anestesia geral, o paciente receberá uma orientação específica.


Cuidados pós-operatório


 Normalmente, o processo de reparação após uma cirurgia oral é de cerca de 7 a 15 dias. Neste processo as primeiras 48 horas são essenciais e podem ditar o sucesso do procedimento. Cada tipo de procedimento pode ter cuidados específicos, mas as regras a seguir podem ser aplicadas de uma maneira geral:

Cuidados imediatos


Procure não cuspir nem fazer bochechos ou sucção

A pressão exercida na boca para cuspir ou bochechar pode interferir na cicatrização. Não se alimente com canudos. Tenha esses cuidados  nas primeiras 48 horas.

Não escovar os dentes na região da cirurgia

Este cuidado serve apenas para o primeiro dia após o procedimento. Alguns procedimentos específicos podem requerer a suspensão da escovação por períodos maiores. Nestes casos, a conduta será adequada pelo seu cirurgião dentista.

Evitar sol, calor e atividades físicas

Estes fatores podem prejudicar a cicatrização, aumentar o edema (inchaço) e o sangramento. Calor, bem como bebidas e alimentos quentes devem ser evitados nas primeiras 48 horas. Procure fazer repouso e evite falar em excesso. Os banhos nos primeiros dias devem ser mornos e rápidos. A atividade física deve ser suspensa por, no mínimo, uma semana.

Não fume e não ingira bebidas alcoólicas

Evite fumar, principalmente nas primeiras 48 horas  (dois dias). Além disso, o risco de necrose e trombose são maiores nas duas primeiras semanas.

Cuidados com rosto, boca e lábios

Não toque na região operada com os dedos ou qualquer objeto. Faça compressas geladas na face (externamente). Procure proteger a pele do contato direto com o gelo ou bolsa térmica, utilizando um pano fino. A compressa deve ser realizada várias vezes ao dia, por 5 minutos, apenas nas  primeiras 48 horas. Mantenha os lábios lubrificados com hidratante labial.

Alimentação

É muito importante se alimentar bem para garantir uma boa cicatrização, segue aqui algumas dicas:

– Evite mastigar até que o efeito da anestesia passe. Se possível, mastigue do lado oposto ao que foi realizado o procedimento;

– Beba bastante água;

– Procure ingerir alimentos líquidos, macios, frios e gelados, especialmente nas primeiras 48 horas (sucos de frutas, mamão, banana, açaí, sopa, purê de batata, nhoque, carne moída ou peixe…);

– Evite alimentos duros, com farelos, cascas e sementes (carne, vegetais crus, pão francês, farinha, feijão, amendoim, barra de cereais, granola, goiaba, uva…);

– Procure não ingerir a medicação de estômago vazio.

Siga todas as orientações do seu cirurgião dentista

Procure tomar as medicações nos horários corretos e seguir todas as orientações. Isso ajudará a aliviar possíveis desconfortos. Inchaço exagerado e dificuldade em abrir a boca pode ser considerado normal, apesar de pouco comum. Em caso de alguma outra intercorrência, procure o seu cirurgião.